*

Loading...
Era conhecida pela gorda entre amigos e conhecidos. Fazia piadas para que a achassem porreira, jà que, pensava ela, não a achavam bonita.
Era aparentemente alguèm bem-disposta e alegre, sempre com uma graça na ponta da lingua e não mostrava qualquer incomodo ou complexo pelo peso que carregava a mais!
Entre quatro paredes a màscara da pessoa alegre caìa, e dava lugar a uma pessoa triste e inconformada... a cada vez que se olhava ao espelho, nem reparava na sua face porque os seus olhos desviavam-se para aquilo que a mais incomodava, e em seus olhos transpareciam os seus verdadeiros sentimentos!
Sentindo-se uma fraca e uma falhada, descarregava todos os sentimentos negativos na comida, mentalizando-se que jà que não conseguia fazer nada por ela propria, ao menos tirava partido das coisas que mais gostava de comer.
Os anos foram-se passando, e embora o reflexo do espelho a seus olhos fosse o mesmo, a verdade è que a balança não correspondia ao que via no espelho. Mais um peso extra quer no seu corpo, quer no seu espirito... 
Como uma bola de neve, ia comendo para compensar a sua tristeza e aumentando-a por comer em exagero, a tal ponto que desistiu de colocar a màscara da pessoa bem disposta e alegre... Afastou-se do mundo e atè dela mesmo,
vivendo cada dia como podia mas sem ambições nem planos... A cada vez que era necessàrio sair das quatro paredes que a protegiam do mundo, era uma tortura e mesmo um desfio. Tentava esquecer as pessoas que a rodeavam na 
esperança que fizessem o mesmo, mas às vezes o que tanto tinha receio acontecia. Hà sempre uma pessoa de fraco espirito e com uma insensibilidade desmedida por perto, que solta palavras como lanças sem qualquer tipo de culpa e sem parar um pouco para pensar que està a ferir a pessoa a quem dirige essas palavras e pior... às vezes atè sabe mas dà-lhe um certo gosto. 
E ao ouvir as palavras de sempre (eh que gorda) (oh gorda queres um pastel) ( coitado do homem daquela quando ela lhe cai em cima ele so mexe os olhos...) ela larga tudo que tinha em mente fazer e resguarda-se nas quatro paredes
voltando ao mesmo, sabendo que não estava a ajudar mas a piorar... não havia forças, nem ânimo, nem nada... simplesmente não havia ninguèm que lhe estendesse a mão para lhe dar a força que precisava para mudar!!!


A realidade da vida às vezes è dura demais para quem não sente forças para lutar, mas so existe uma verdade, neste mundo egoista se não nos levantamos das nossas quedas e esperàmos que alguèm passe e nos dê a mão, não vamos a lugar nenhum, ficaremos sempre igual, com os mesmo problemas e as mesmas tristezas! Deus deu-nos a todos a capacidade de lutar, cabe a nòs aproveitar essa força interior como queremos, e a quem prefere deixar para que outros lutem por si mesmo... das duas uma, ou terà de esperar muito tempo atè que isso aconteça... ou morrerà esperando!!! 
A hora da mudança està nas nossas mãos, e atè afirmo que não deve ser de outra forma. Porque o sentimento da vitòria è bem maior quando somos nòs a consegui-lo para nòs do que se deixarmos nas mãos de outrèm.
Desculpas não existem, são mesmo isso, meras desculpas... Se não conseguirmos num dia iremos conseguir em dois ou três, porque o que conta no final è termos conseguido!


O texto acima não foi escrito inspirado em ninguèm em particular, mas em todos no geral... porque de uma forma ou outra, qualquer pessoa que esteja com excesso de peso jà passou por coisas similares e è bem provàvel que haja alguèm que se identifique totalmente no texto. A mensagem que quero passar com este texto è tudo isto que escrevi em cima, e tambèm que no mundo inteiro existem milhões de pessoas a passar pelo mesmo problema, por isso não entendo ainda a vergonha que sentem em dizê-lo como que se tenham medo que alguèm os condene e com isso preferem não assumir que se sentem infelizes pela sua condição fisica e preferem continuar a usar uma màscara para abafar as tristezas. 
Obesidade è uma doença sim, então como è que dizem fàcilmente ao mundo inteiro que têm hemorroidas e envergonham-se a dizer que têm problemas com o peso?... È que as hemorroidas não se vêm mas os problemas com o
peso è dificil esconder. Não se sintam mal em assumir que têm peso a mais e se sentem mal com isso, è mais depressa condenado quem diz o contràrio... Assumam que algo vai mal e lutem pelo vosso bem-estar, quer fisicamente
quer psicologicamente,não è fàcil mas não è impossivel!!! 


Somos um grupo de pessoas que passaram por diferentes casos de excesso de peso e obesidade, todas em luta por um sò objectivo... alcançar o nosso peso ideal!
Hoje reunimo-nos para falar das nossas vitòrias e das nossas frustrações quando algo corre menos bem. Apoiamo-nos incondicinalmente e passamos coisas ùteis para a ajuda no processo de emagrecimento tal como nesta pàgina!
Se estiver pronta/o para assumir que se sente mal com os quilinhos que tem a mais, nòs estàmos prontas para ajudar. Esta pàgina foi criada para isso mesmo, ajudar outros a conseguirem aquilo que conseguimos para nòs mesmas!!!

Tirado da pàgina: http://www.facebook.com/note.php?saved&&note_id=212239975492689&id=130310517018969
Hà algum tempo atràs publiquei a foto de uma amiga querida que tinha começado a dieta hà pouco tempo e jà via bons resultados, hoje posto outra foto dela ainda mais feliz e satisfeita do que da 1a vez porque ela jà não està longe do seu objectivo. È alguèm em quem se podem inspirar! Como muitas de nòs vivia triste pelo excesso de peso que tinha e algures perdeu a esperança de voltar a ter o peso que sempre desejou... atè ao dia que uma das nossas meninas e alguèm muuuiiito especial para mim ofereceu-lhe ajuda e passou-lhe tudo o que tinha aprendido, e a nossa Maria agarrou-se com unhas e dentes e o reultado està aqui:




PARABÈNS Maria, nunca è demais dizer que ès uma valentona, vais conseguir tudo o que quiseres
porque provaste ter muita força interior e estàs prestes a vencer uma luta muito dificil!!! 
Obrigada minha Susana, não te acontentaste a atingir o teu objectivo e passaste a ajudar outras pessoas a consegui-lo, ès uma pessoa maravilhosa e por isso ès tão importante para mim e para todas!!! Adoro-vos!!!
Ocorreu um erro neste dispositivo